Multiplex 2011: convidado

Ciclo Boris Lehman

Boris Lehman

Nascido em 1944, Boris Lehman dedica-se ao cinema desde os 16 anos de idade, depois de estudar piano.

Cinéfilo e crítico de pós-graduação do INSAS (Escola de Cinema em Bruxelas), começou no início dos anos 60 um trabalho no cinema fora dos padrões comerciais, primeiro com os doentes mentais Clube Antonin Artaud; em seguida, com amadores e não profissionais.

O que suscitará uma obra cinematográfica intensa constituída, até à data, por mais de 300 filmes.

Boris Lehman gravou incansavelmente imagens e palavras daqueles que encontra, ou figuras que ele imagina, sendo as suas fotografias e os seus filmes, provas da existência dessas figuras, embora retrate igualmente parentes e lugares seus familiares, ao longo de várias épocas.

Memórias e provas contra o esquecimento e associadas à morte, todos estes filmes constroem a identidade de Boris, e um relatório do seu próprio dia-a-dia e do dos outros.

Singular coleccionador que cria os seus próprios objectos, é hoje uma das principais figuras do cinema de investigação na Europa, um cineasta belga repetidamente comparado com outro cineasta seu amigo, o norte-americano Jonas Mekas.

Os filmes de Boris Lehman, rodados em vários suportes como Super 8, 16mm e vídeo, recorrendo ao som e ao silêncio, à cor como ao preto e branco, situam-se na fronteira entre o retrato poético do diário e o género da ficção.

Boris Lehamn teve, em 2003, uma grande retrospectiva da sua obra no Centro Georges Pompidou, em Paris.

Em 2010, a Cinemateca Suíça, em Lausanne, dedicou-lhe a mais recente retrospectiva.

Site oficial: www.borislehman.be/

Atelier de Realização com Boris Lehman

MC / DRN CMP ULP
Serralves Sogrape Brussel Airlines